Os escritores são a voz da alma de um livro. São eles que o pensam, que o viajam e então regressam para nos contarem o que se passou em tamanha aventura. Ainda assim, esta viagem não se encontra terminada, não enquanto esse livro não for aberto, lido e descoberto, em contraposição a um tesouro enterrado que perdeu o seu valor nas entranhas da terra, esquecido.

Os nossos escritores são o pilar da nossa casa que, em vez de vigas e tijolos, foi construída sobre palavras. Devemo-lhes, e não esqueçamos, o sucesso de todo o nosso percurso, do que ainda falta concretizar. Eles são o nosso nome, e quando os chamam, chamam-nos. Por isso, procuramos e apostamos em escritores que primam não só pela qualidade literária, mas pela versatilidade da sua oralidade.

O autor infantil não é um Deus nem é intocável., mas antes um ser humano falível que cumpre desmistificar-se junto dos mais pequenos, numa aproximação que os enriquecerá e os transformará para sempre. É a nossa imagem de marca; escritores que escrevem e falam para os mais novos. São escritores, professores, atores ou contadores, mas têm uma única paixão: o livro e a leitura.

Um desses casos é o Pedro Seromenho que, através das suas sessões informais e peculiares, faz com que a viagem pelo livro se torne numa autêntica aventura.